3 0
Bechamel Vegan – Sem Glúten, Sem Lacticínios

Partilhe na sua rede social:

Or you can just copy and share this url

Bechamel Vegan – Sem Glúten, Sem Lacticínios

Características:
  • Bebés dos 12 aos 24 meses
  • Bebés dos 6 aos 12 meses
  • Crianças com mais de 24 meses
  • Paleo
  • Sem Glúten
  • Sem Lacticínios
  • Sem Lactose
  • Sem Ovo
  • Vegan
  • Vegetariano (ovo-lacto)
  • 15 min
  • Serve 1
  • Fácil
Partilhar
A pedido de muitas famílias ou pelo menos uma ou duas, volto a partilhar, convosco, a receita do meu bechamel vegan . Fica fantástico nos canelones, lasanhas e até com uns bifinhos com cogumelos ou bacalhau 🙂 
O truque para que este bechamel vegan fique com a consistência certa, está em cozinhá-lo sempre em lume brando e não parar de mexer até ficar no ponto.
Espero que gostem! <3

Ingredientes:

  • 300mls de “leite” de amêndoas
  • 1/2 cebola pequena
  • 1 colher de café de alho em pó
  • 1/2 colher de café de noz moscada moída
  • 2  colheres de sopa de farinha de araruta ou de neo-flour (PALEO10 dá10% de desconto)
  • 1 colher de chá de azeite extra virgem (ou o equivalente em manteiga caso consuma lacticínios)
  • 2 ou 3 gotas de limão
  • sal marinho e pimenta a gosto

Preparação:

Bata os ingredientes no processador (ou com a varinha mágica) e com o lume no mínimo vá mexendo até engrossar e obter a consistência desejada.

Receita publicada a 11 de abril de 2018
(Visited 28.669 times, 9 visits today)

Ana SGuerreiro

Olá! Chamo-me Ana S. Guerreiro, sou mãe de um menino lindo com 4 anos, sou algarvia, formada em psicologia e apaixonada pelo mundo das artes e por culinária.

anterior
Brownies Low Carb S/ Farinha – Sem Glúten, Sem Lacticínios
próxima
Pão de Ló de Laranja e Canela – Sem Glúten
anterior
Brownies Low Carb S/ Farinha – Sem Glúten, Sem Lacticínios
próxima
Pão de Ló de Laranja e Canela – Sem Glúten

9 Comentários Esconder comentários

Obrigada pelas receitas que publica, são muito boas, neste momento estou a ler o livro que publicou já fiz vários pães e gostei muito do pão nórdico, gostava de saber que quantidade diária posso consumir pois ele é muito viciante. Bj

Olá! Muito obrigada! 🙂 Hum…”tudo o que é em excesso faz mal”. É uma alternativa deliciosa, saciante e nutritiva, baixa em hidratos mas alta em calorias, deve ser comedida. Também depende das outras coisas que come durante o dia, a soma de tudo é que irá ditar o resultado final 🙂

Bebida de amêndoa pode ser substituída por de arroz ou aveia sem glúten? Obrigada! Excelente trabalho o seu, tenho uma doença autoimune, pelo que, descobrir as suas receitas facilitou mt a minha vida

Adicione o seu comentário